Quadro de Sendai

O quadro de Sendai foi adotado na Conferência mundial sobre redução de risco de desastres em Sendai, no Japão, em 2015. Visa reduzir substancialmente o risco de desastres e perda de vidas, meios de subsistência e saúde de ativos econômicos, físicos, sociais, culturais e ambientais de pessoas, empresas, comunidades e países. Dado que as cidades são muitas vezes afetadas pelos riscos das alterações climáticas e outros choques externos, também precisam estar ativamente envolvidas e ser abordadas na implementação do gerenciamento de risco de desastres e medidas de adaptação para aumento da resiliência a tensões e choques.

O texto original da Quadro de Sendai pode ser encontrado aqui.

Resiliência no kit de ferramentas da City WORKS

Com o objetivo de apoiar as cidades incluindo aspetos de resiliência em seu desenvolvimento e colocando em prática os objetivos do quadro de Sendai, desenvolvemos o kit de ferramentas para resiliência da City WORKS especificamente focado na resiliência. A City WORKS para a resiliência permite aos profissionais urbanos se familiarizarem com os conceitos de resiliência, analisando suas cidades sob a lente da “resiliência” e garantindo que as ações efetuadas abram caminho para um futuro mais resiliente. Para fortalecer a mensagem de que a resiliência não pode ser dissociada do desenvolvimento sustentável, a maioria das ferramentas foi inserida com base nas ferramentas já existentes da City WORKS. Você pode encontrar as ferramentas da City WORKS para resiliência nos passos “compreender a situação atual”, “identificar medidas”, “priorizar medidas” e “plano de ação”. Adicionalmente, duas totalmente novas ferramentas foram desenvolvidas: “Ligando a ação urbana à resiliência” e “Avaliação de viabilidade financeira”. As ferramentas de resiliência podem ser identificadas por estes ícones:

Contexto sobre a City WORKS para resiliência

Durante a pandemia de Covid-19, as cidades combateram um cenário de múltiplos choques, tensões e vulnerabilidades emergentes, tentando destacar a equidade, economia e ação climática no centro de sua abordagem de recuperação. Entre estas, a noção de resiliência urbana obteve mais atenção e fornece uma orientação para as cidades se preparem para o futuro.

Dado que o campo da resiliência é muito complexo, alguns termos são esclarecidos aqui:

Resiliência é a capacidade de os sistemas, empresas, instituições, comunidades e indivíduos de uma cidade sobreviverem, se adaptarem e crescerem, independentemente das tensões crônicas e choques agudos que experienciam. Fortalecendo sua estrutura subjacente e aprofundando sua compreensão dos riscos que ameaçam sua estabilidade, uma cidade pode melhorar sua trajetória global e bem-estar de seus cidadãos, prosperando face a desafios esperados e jamais imaginados.

Recuperação de eventos de choques ou tensões, como a pandemia de COVID-19, inundações ou crises migratórias, podem ocorrer de diferentes formas, desde reconstrução da forma como as coisas eram, aproveitando a oportunidade para uma melhor reconstrução ou até construção para o futuro. Recuperação ecológica, mais especificamente, procurando combinar uma recuperação econômica da pandemia de COVID-19 com o combate das alterações climáticas. Apenas recuperação, por um lado, procura ultrapassar desigualdades e promover sociedades inclusivas. Combinando ambas com a noção de resiliência, uma recuperação resiliente procura uma ação transformacional promovendo modelos socioeconômicos adaptativos e benefícios acrescidos sociais, econômicos e ambientais.

Choque é um evento repentino que leva, potencialmente, a um impacto adverso que se desenvolve dentro de horas ou dias nas áreas urbanas. Tensão é definido como uma pressão crônica cujo impacto cumulativo prejudica a capacidade de resiliência da cidade.

Nota: Se “City WORKS para resiliência” inclui referências a todos os elementos acima, “City WORKS para ação climática” permite um aprofundamento da dimensão focada no clima.

Outras referências

Toolkit for a Resilient Recovery – desenvolvido pela R-Cities como resposta à pandemia COVID-19.

PreventionWeb– Plataforma de compartilhamento global para redução de risco de desastres e resiliência.

Eixo de resiliência urbano fortalecimento das capacidades dos governos locais nas cidades para concepção, implementação e monitoramento sustentável, resiliente e inclusivo dos planos de recuperação econômicos e financeiros da COVID-19.

Ferramentas de aprendizagem da UCLG (United Cities and Local Governments) – riação e divulgação de conhecimento e recursos para governos locais e regionais para alcançar comunidades inclusivas, resilientes e sustentáveis. Vários guias de facilitação (Módulos de aprendizagem) para localização dos ODS e do Quadro de Sendai para DRR (Redução de Risco de Desastres), construídos com uma abordagem de treinamento de treinadores, bem como módulos de e-learning de ritmo próprio: https://learning.uclg.orghttps://learningwith.uclg.org/.